Destaque

Padrasto que engravidou enteada é preso suspeito de tentar estuprar mesma vítima

A Polícia Civil através do GTE (Grupo Tático Especial), de...
Leia mais
Destaque

Lula afirma que PL que equipara aborto a homicídio é uma ‘insanidade’

Após dias de silêncio, o presidente Luiz Inácio Lula da...
Leia mais
Destaque

Prefeitura de Boa Ventura divulga nota sobre auditoria do TCE no município que arrombou cofre

A Prefeitura de Boa Ventura (PB) divulgou uma nota de...
Leia mais
Destaque

Supremo julga nesta semana denúncia do caso Marielle

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar...
Leia mais

Homem é preso acusado de estupro de vulnerável contra idosa de 75 anos portadora de Alzheimer, em São José de Princesa-PB

Um homem de 39 anos foi preso em flagrante na tarde deste domingo (09), acusado de estuprar uma senhora de 75 anos portadora de Alzheimer avançado. O crime ocorreu em uma casa no centro da cidade de São José de Princesa, Paraíba.

O suspeito aproveitou-se do fato de que a vítima estava sozinha em casa. Ele invadiu o quarto da senhora e cometeu o ato de violência sexual. A ação criminosa foi registrada por uma câmera instalada no quarto da vítima, que foi fundamental para a identificação e captura do agressor.

A denúncia foi feita pelo filho da vítima, que ao revisar as imagens da câmera de segurança, percebeu o que havia ocorrido. Ele imediatamente acionou a polícia, que conseguiu localizar o suspeito e prendê-lo em flagrante. O homem foi levado à delegacia local, onde permanece detido aguardando audiência de custódia.

A Delegacia de Polícia Civil de Princesa Isabel, responsável pelo caso, solicitou a conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva. A justificativa para essa medida é garantir a aplicação da lei penal, a continuidade da investigação e a proteção da comunidade contra a reincidência de crimes dessa natureza.

O crime causou grande revolta e comoção na população de São José de Princesa. A vítima, uma idosa vulnerável devido à sua condição de saúde, foi submetida a um ato de extrema crueldade. A polícia continua investigando o caso para reunir todas as provas necessárias e garantir que o suspeito seja devidamente julgado.

Veja mais detalhes abaixo com o delegado Dr. Gutemberg Cabral:

Redação com Patos Online

Deixe um comentário