Destaque

Padrasto que engravidou enteada é preso suspeito de tentar estuprar mesma vítima

A Polícia Civil através do GTE (Grupo Tático Especial), de...
Leia mais
Destaque

Lula afirma que PL que equipara aborto a homicídio é uma ‘insanidade’

Após dias de silêncio, o presidente Luiz Inácio Lula da...
Leia mais
Destaque

Prefeitura de Boa Ventura divulga nota sobre auditoria do TCE no município que arrombou cofre

A Prefeitura de Boa Ventura (PB) divulgou uma nota de...
Leia mais
Destaque

Supremo julga nesta semana denúncia do caso Marielle

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar...
Leia mais

WhatsApp lança recursos premium para atrair empresas

O WhatsApp anunciou o lançamento de novas bibliotecas de funcionalidades, conhecidas como APIs, baseadas em serviços de nuvem – quando o processamento dos aplicativos é feito em tempo real por servidores e enviado via internet para o usuário – com foco específico no uso empresarial do aplicativo. A novidade foi apresentada pelo presidente-executivo da Meta, antiga Facebook e dona do WhatsApp, Mark Zuckerberg.
A rede social de troca de mensagens instantâneas tem atraído cada vez mais usuários corporativos, e tem lançado diversas atualizações que visam aprimorar a relação entre clientes e empresas, como a possibilidade de transferir dinheiro dentro da própria plataforma.
Zuckerberg disse que a oferta significa que “qualquer empresa ou desenvolvedor pode acessar facilmente nosso serviço, projetar diretamente no WhatsApp para personalizar sua experiência e acelerar o tempo de resposta aos clientes usando nosso seguro WhatsApp Cloud API hospedada pela Meta.”
A Meta, que comprou o WhatsApp por 19 bilhões de dólares em 2014, disse que as empresas não poderão enviar mensagens para as pessoas no WhatsApp, exceto se elas pedirem para ser contatadas.

Por: Agência Brasil

Em decisão unânime, STF mantém punição a motorista que recusa bafômetro

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quinta-feira (19), em votação unânime, manter normas de trânsito que punem o motorista que se recusar a realizar o teste de bafômetro. A Corte também afirmou ser legal a proibição da venda de bebidas alcoólicas nas rodovias federais e estabelece tolerância zero de consumo de álcool para condução de veículos.
“Afastar esses mecanismos de controle é afastar o poder de polícia e, simplesmente, relegar o poder da lei à total ineficácia, com resultados drásticos. Então, não me parece que seja esse o caso de impedir o poder público de realizar uma fiscalização razoável como a prevista”, afirmou o ministro Alexandre de Moraes.
O julgamento havia iniciado na tarde de quarta-feira (18), quando apenas o relator do processo, o presidente Luiz Fux, votou a favor da imposição da multa contra o condutor que foge ao bafômetro, defendendo a permanência da proibição da venda de bebidas alcoólicas nas estradas federais do Brasil.
Nove ministros seguiram integralmente o relator: André Mendonça, Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Roberto Barroso, Cármen Lúcia, Rosa Weber, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.
O ministro Kassio Nunes Marques foi o único a votar contra a proibição da venda de bebidas alcoólicas nas rodovias federais. “A proibição vai atingir apenas pequenos comércios, como se não houvesse consumo de álcool nas áreas urbanas”, defendeu.
Lei Seca

Pacheco sobre democracia: ‘Não se faz sem o absoluto respeito ao Judiciário’

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse, nesta quinta-feira (19/5), que o compromisso com a democracia e com o Estado democrático de direito “não se faz sem o absoluto respeito ao Poder Judiciário”. A declaração ocorre em meio a mais um episódio de tensão institucional entre o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) e o Poder Judiciário.
“Sempre quero deixar claro o nosso compromisso com a democracia, com o Estado de direito. Esse compromisso, definitivamente, não se faz sem o absoluto respeito ao Poder Judiciário, e é o que aqui eu gostaria de externar”, afirmou o congressista, em evento organizado pelo Conselho da Justiça Federal (CJF).
Crise entre poderes
Na última terça-feira (17), o presidente da República apresentou uma notícia-crime ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro Alexandre de Moraes. Bolsonaro solicitou que o magistrado fosse investigado por suposto abuso de autoridade. Na quarta-feira (18), o relator do caso, ministro Dias Toffoli, rejeitou o pedido. Sem sucesso, Bolsonaro, então, recorreu à Procuradoria-Geral da República (PGR), para ingressar com outra representação de mesmo teor. A PGR ainda não se posicionou.
Quando questionado por jornalistas sobre o fato de o chefe do Executivo acionar a PGR, mesmo após o Supremo ter rejeitado a notícia-crime, o presidente do Congresso Nacional disse ser “mais um episódio de anormalidade institucional”.
“É muito importante que se corrija e que as instituições, os membros das instituições, possam se respeitar. Mas, obviamente, aquilo que estiver dentro dos limites constitucionais do direito de pedir e do direito também de uma instituição de negar, isso está dentro da normalidade”, defendeu.

Por: Correio Braziliense

Dois adolescentes morrem soterrados em praia nos Estados Unidos

Um menino de 18 anos morreu, nesta quarta-feira (18), após ser soterrado pela areia da praia em Nova Jersey, nos Estados Unidos.
De acordo com a NBC News, Levy Caverley estava com a irmã de 17 anos cavando um buraco na areia com o auxílio de um frisbee. Com o brinquedo, eles fizeram um buraco de três metros que desabou por cima deles.
A menina foi resgatada e levado ao hospital, porém, o jovem não conseguiu ser retirado a tempo. “Levy era ele mesmo. Ele era estranho. Ele era peculiar. Ele não estava realmente preocupado com o que os outros pensavam. Ele conhecia Jesus Cristo”, disse o pai do adolescente, Todd Caverley, em uma mensagem no Facebook.
Já no sábado (14), Ian Spendlove, de 13 anos, morreu depois que uma duna de areia que ele estava cavando desabou sobre ele no Coral Pink Sand Dunes State Park, em Utah, também nos Estados Unidos.
Segundo o Daily Mail, um membro da família alertou as autoridades e guardas florestais chegaram para desenterrar o garoto que  estava em baixo de cerca de 1,80 m de areia. Ele foi socorrido e levado para um hospital local, mas não resistiu.

Por: Correio Braziliense

Petrobrás vampiriza o Brasil e anuncia lucro de R$ 106 bilhões, penalizando consumidores

Estatal vai pagar mais de R$ 60 bilhões em dividendos, enquanto cobra preços extorsivos na gasolina, no diesel e no gás de cozinha.

InfoMoney – Se a temporada de balanço das empresas brasileiras fosse um baile aos moldes do famoso MET Gala, a chegada da Petrobras (PETR4) com os seus resultado trimestrais seria o momento que monopolizaria todos os holofotes.

Ainda mais com números deste calibre: a gigante do petróleo e da bolsa brasileira encerrou 2021 com o maior lucro líquido de sua história, de R$ 106,7 bilhões. O valor representa um salto de 1.400% na comparação com o ano anterior.

O aumento expressivo foi impulsionado “principalmente pela alta de 77% do preço do Brent em reais no período, aliado a maiores volumes de venda no mercado interno e melhores margens de derivados”, conforme destaca a companhia.

No quarto trimestre, o indicador chegou a R$ 31,5 bilhões, queda de 47,4% na comparação com o mesmo período de 2020. A cifra, porém, superou o consenso da Refinitiv, que previa R$ 23 bilhões nessa linha do balanço.

Segundo a Petrobras, o número foi afetado pela menor reversão de impairment – termo contábil que indica a desvalorização dos ativos de uma empresa – e maiores gastos com importações e participações governamentais.

Entre outros destaques financeiros, o Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, da sigla em inglês) ajustado recorrente cresceu 84,3% e encerrou o ano em R$ 234 bilhões.

Dividendos fartos

Além de chamarem atenção por si só, os números da Petrobras também capturam os olhos do mercado por indicarem qual será o grau de fartura dos dividendos distribuídos pela estatal.

E a petroleira, que é reconhecida como uma das maiores pagadoras de provento do país, não fez mistério quanto a isso: antes mesmo de liberar o balanço, divulgou um comunicado sobre a política de remuneração aos acionistas.

Segundo o documento, será encaminhada à Assembleia Geral de Acionistas, marcada para 13 de abril, a proposta de distribuição R$ 2,8610762 brutos por ação em dividendos complementares.

Somado aos pagamentos antecipados em agosto e dezembro do ano passado, o valor eleva a R$ 7,773202 a remuneração total proposta para o exercício social de 2021.

“O dividendo proposto está alinhado à Política de Remuneração aos Acionistas, que prevê que, em caso de endividamento bruto inferior a US$ 65 bilhões, a Petrobras poderá distribuir aos seus acionistas 60% da diferença entre o fluxo de caixa operacional e investimentos”, destaca o comunicado.

Como a dívida recuou para US$ 58,7 bilhões no período, foi possível aplicar a fórmula de maneira integral já nos proventos referentes aos resultados do ano passado.

Se a proposta for aprovada, terá direito ao dinheiro quem possuir ações PETR3 ou PETR4 na mesma data na qual está marcada a assembleia. Os papéis serão negociados “ex-direitos” a partir de 14 de abril e o pagamento dos dividendos está previsto para o dia 16 de maio.

Engordando o caixa, aumentando a produção

Com a política de desinvestimentos a todo vapor, a Petrobras viu a venda de ativos engordar seu caixa em US$ 4,8 bilhões em 2021. A maior das negociações, a venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) para o fundo de investimentos Mubadala Capital por US$ 1,8 bilhão.

Outro ponto alto do ano foi a conclusão da oferta das ações da Vibra Energia (VBRR3), a antiga BR Distribuidora. Uma das maiores operações secundárias já feitas no Brasil movimentou US$ 2,2 bilhões.

Além da otimização do portfólio, a petroleira também voltou seu foco para o incremento na produção em águas profundas. Foram iniciadas as operações do FPSO Carioca, primeira plataforma no campo de Sépia – localizado no pré-sal da Bacia de Santos – e concluído o ramp-up da P-70, no campo de Atapu.

Brasil 247

Exército russo confirma início de bombardeios na Ucrânia

SUNO NOTÍCIAS – por Marco Antônio Lopes

O presidente da Rússia Vladmir Putin anunciou, por volta das 23h30 (horário de Brasília, 5h30 manhã em Moscou) desta quarta (23), que o país iniciou uma ofensiva militar na região de Donbass, leste da Ucrânia. Segundo a agência Reuters, Putin falou em pronunciamento na TV que pretende “proteger a população de Donbass” contra ações de rebeldes e militares ucranianos que estariam atacando cidadãos russos no país”. Afirmou que os soldados ucranianos devem “voltar para casa” e que tropas russas começaram a atacar o país vizinho com bombardeio de aviões. O exército russo conta com 1 milhão de militares. O da Ucrânia tem 200 mil — e 250 mil foram convocados nesta quarta.

O governo ucraniano confirmou que o país está sendo atacado pela Rússia em dez cidades, no sul e no leste, além da capital do país, Kiev. Os alvos são instalações militares e, segundo a imprensa local, aeroportos.

O presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky relatou explosões em Kiev e em regiões no leste e sul do país. Equipes da CNN confirmaram que ouviram explosões nos arredores da capital. Imagens mostram forças militares russas na região de Donbass. O New York Times também relata bombardeios de aviões.

 

Putin declarou que foi autorizada uma operação militar nas províncias ucranianas de Donetsk e Luhansk, cuja independência Moscou reconheceu na segunda-feira (21). Essas duas províncias ficam na região de Donbass. O presidente disse que pretende “desmilitarizar” a Ucrânia, e “não ocupá-la”

Mais cedo, o presidente Zelensky declarou que não abriria mão de nenhum território de seu país e que queria paz. Disse também que conversaria com Putin. A Ucrânia declarou nesta quarta estado de emergência e pediu que seus cidadãos na Rússia deixem o país, enquanto Moscou começava a esvaziar sua embaixada em Kiev. Os ucranianos estimam agora um ataque militar completo da Rússia.

Informações da inteligência dos Estados Unidos e do primeiro-ministro da Letônia davam conta de que o Exército da Rússia estava se movendo nesta quarta (23) em direção à região leste da Ucrânia, próxima das cidades de Donetsk e Lugansk, Há 190 mil soldados de prontidão na fronteira da Rússia com a Ucrânia, segundo agências de notícias.

O conselho de segurança da ONU estava, até 1h da manhã (horário de Brasília) em reunião de emergência. O presidente dos EUA Joe Biden disse que vai se reunir com os países do G7 antes de tomar providências sobre uma resposta à Rússia. Os americanos haviam dito que aumentariam as sanções econômicas caso a Rússia atacasse a Ucrânia. Biden disse que pretende proteger os países da Otan no leste europeu e que a Rússia “escolheu a guerra”.

Em meio aos relatos de início da guerra, o petróleo Brent bateu a marca dos US$ 100 pela primeira vez em oito ano. Bolsas de Hong Kong e Tóquio caem mais de 2%. Futuros das bolsas europeias despencam.

Morre a cantora Paulinha Abelha, vocalista da banda Calcinha Preta

A cantora Paulinha Abelha, 43, morreu, na noite desta quarta-feira (23), em um hospital privado de Aracaju (SE).

Ela foi internada e chegou a ficar em coma em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após sofrer problemas nos rins no dia 11 de fevereiro.

“O Hospital Primavera comunica, com pesar, que a cantora, Paula de Menezes Nascimento Leca Viana, Paulinha Abelha, faleceu hoje às 19h26 em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico”, informou o perfil do grupo Calcinha Preta no Instagram .

A nota de falecimento, publicada no Instagram por volta das 19h50, detalhou que a cantora apresentou agravamento de lesões neurológicas nas últimas 24h. Essas lesões foram constatadas em ressonância magnética, e foram associadas a coma profundo.

Com isso, a equipe médica iniciou o protocolo diagnóstico de morte encefálica, que confirmou a hipótese após exames clínicos e complementar específicos. 

REPERCUSSÃO

Tão logo a notícia foi divulgada, o cantor cearense Wesley Safadão foi às redes sociais lamentar a morte de Paulinha. “Que tristeza te perder tão precocemente”, disse em uma postagem onde aparece ao lado dela.

Leia mais em: Diário do Nordeste 

Encontrado corpo de afogadense vítima da tragédia em Petrópolis

Blog do Nill Júnior

Corpo de dona Lindinalva foi encontrado uma semana após a tragédia que se abateu sobre a cidade

Por André Luis

Uma semana após a tragédia que se abateu sobre a cidade serrana de Petrópolis, no Rio de Janeiro, foi encontrado na manhã desta quarta-feira (23), o corpo de Lindinalva Leite, de 86 anos, que foi soterrada após a casa em que estava desabar com a força das águas. Ela morava na cidade com duas filhas.

A informação foi confirmada pelo genro de dona Lindinalva, José Carlos, que disse que a família ainda precisará ter um pouco de paciência, pois o corpo foi levado para o IML que está superlotado e talvez demore a liberação do corpo.

José Carlos ainda não soube informar se o corpo de dona Lindinalva será trazido para Afogados da Ingazeira, ou se será sepultado no Rio de Janeiro.

Em Afogados da Ingazeira, a família mora no bairro São Sebastião e tem vivido o mesmo drama das famílias de desaparecidos após o temporal que se abateu sobre a cidade serrana de Petrópolis.

Na semana passada a família chegou a reacender a esperança de encontra-la com vida, isto porque o cachorrinho da família foi encontrado em baixo dos escombros “sem nenhum arranhão”, informou uma das filhas de dona Lindinalva em áudio enviado para familiares.

José Carlos informou ainda que o número de mortos na tragédia se aproxima dos duzentos. E que desaparecidos, são noventa. “Seguramente será em torno de trezentos mortos na tragédia”, destacou.

O temporal que causou a tragédia em Petrópolis aconteceu na terça-feira (15).

Homem desaparece, em João Pessoa, 6 dias depois de sogro ser encontrado morto na cidade de Lucena, na PB

Desapareceu em João Pessoa na segunda-feira (21) um homem identificado como Derimar Cavalcante. Ele é genro Gilson de Antônio Nobrega, ferroviário encontrado morto no dia 15 de fevereiro, com sinais de estrangulamento às margens da rodovia PB-025 da cidade de Lucena, na Paraíba.

A informação do desaparecimento foi confirmada pela Polícia Civil que não deu mais detalhes sobre as investigações, nem se há ligação entre os dois acontecimentos. O carro de Derimar Cavalcante foi encontrado ligado em uma rua da cidade de Bayeux, nesta terça-feira (22).

Ferroviário encontrado morto

O ferroviário Gilson Antônio Nobrega foi encontrado morto com sinais de estrangulamento às margens da rodovia PB-025 da cidade de Lucena, na Paraíba, na terça-feira (15). Segundo informações da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), ele trabalhava na Estação de Cabedelo.

A perícia identificou sinais de estrangulamento por meio de um fio que estava enrolado no pescoço da vítima. O caso segue em investigação.

Por g1 PB

 

 

Médico diz que boato sobre Paulinha Abelha ter meningite provocou reação contra hospital e preocupação em quem teve contato com cantora da Calcinha Preta

O neurologista Marcos Aurélio Alves, que atende Paulinha Abelha no Hospital Primavera, em Aracaju, capital do estado de Sergipe, fez um apelo à imprensa na coletiva realizada nessa terça-feira (22). Ele lamentou que tenha havido ‘fake news’ com informações de que a cantora da banda Calcinha Preta estava com meningite. “Me pesou muito ter visto em meio de imprensa a afirmação de que essa senhora [Paulinha Abelha] estava vencendo um quadro de meningite bacteriana”, pontuou o médico.

O neurologista disse que a equipe médica do Hospital Primavera foi questionada pelo poder público em Sergipe por não ter notificado o suposto caso de meningite, o que, segundo ele, não há meningite na cantora de forró. “Criou-se um problema de saúde pública. Nós fomos inquiridos pela Saúde pública do porquê que existia uma paciente que a mídia divulgada que ela estava com a meningite e o poder público não tinha ciência disso.”

Ainda segundo o Drº Marcos Aurélio Alves, conforme apurou o ClickPB, “criou-se um conflito com as pessoas que viajaram no avião com ela [Paulinha] para saber se precisavam, ou não, tomar medicamentos. Se as pessoas que trabalhavam com ela na banda precisam se imunizar porque havia uma suspeita de uma bactéria na cabeça.”

O neurologista foi direto ao dizer que “essa informação é irreal. Pediria para vocês que utilizassem como fonte para informarem seus leitores aquilo que é colocado oficialmente. Nós colocamos nos boletins. E se houvesse a possibilidade dela ter um quadro meningítico de natureza bacteriana ou viral, que isso transporta um problema de saúde pública, isso teria sido notificado há muito tempo.”

Coletiva

Os médicos da Rede Primavera de Saúde, em Aracaju, estado de Sergipe, descartam que haja bactéria no cérebro e morte cerebral de Paulinha Abelha. Ainda de acordo com a equipe, o fígado da cantora da banda Calcinha Preta está desinflamando.

Os médicos relataram que Paulinha Abelha está em coma profundo e que, se não há morte encefálica, ela está em coma, mas está viva. “Em nenhum momento falamos aqui de morte encefálica da paciente.”

A equipe médica já recebeu resultados de alguns exames, os quais descartaram meningite e outras doenças. Os profissionais aguardam outros exames para descobrir o que causa o coma e as disfunções em diversos órgãos da cantora de forró.

Os médicos também relataram que não há, ainda, como confirmar que a ingestão de remédios para emagrecer, passados à Paulinha por uma nutróloga, tenham afetado sua saúde, mas que medicamentos têm efeitos colaterais e que essa hipótese está sendo investigada.

Internação

Paulinha foi internada em Aracaju, capital do estado de Sergipe, ao voltar ao seu estado depois de uma turnê em São Paulo com a banda Calcinha Preta. Em entrevista a um podcast em São Paulo, Paulinha já havia relatado ter se sentido mal.

Paulinha foi diagnosticada com problemas renais e tem feito diálise para “filtragem” do sangue. Foi apontado quadro infeccioso controlado em um boletim anterior.

Paulinha e Calcinha Preta em João Pessoa

Em 14 de janeiro e em 1º de fevereiro, Paulinha e a Calcinha Preta estiveram em João Pessoa, sendo em janeiro para um show aberto ao público, na Domus Hall, e em fevereiro durante uma festa particular no Bessa Grill.

Paulinha e a Calcinha Preta

Paula de Menezes Nascimento Leça Viana, conhecida como Paulinha Abelha, tem 43 anos e é natural do município de Simão Dias, em Sergipe. Está na banda Calcinha Preta desde 1998, embora tenha saído duas vezes do grupo para se dedicar a outros projetos musicais no forró. Voltou, mais recentemente, em 2018 e desde então permanece na banda sergipana.

Ela faz sucesso com várias músicas, entre elas a romântica ‘Louca por ti’ e a canção mais sensual ‘Baby doll’, na qual Paulinha convida rapazes gays para dançar no palco com ela, público o qual a cantora defende, inclusive com palavras de ordem na gravação do 6ª DVD da Calcinha Preta. “Abaixo o preconceito”, gritou durante a música ‘Baby doll’.