Destaque

Tavares: Secretaria de Saúde realiza caminhada de conscientização e prevenção contra o Aedes Aegypti

Com o objetivo de alertar a população para o combate...
Leia mais
Destaque

Prefeito Coco de Odálio anuncia concessão de Incentivo Financeiro Adicional para Agentes de Saúde e Agentes de Endemias.

Nesta quarta-feira (28/02) o prefeito de Tavares, no Sertão da...
Leia mais
Destaque

TCE-PB aprova contas de 2022 da Prefeitura de Princesa Isabel; já são seis aprovadas

Com a aprovação das contas referentes ao ano de 2022...
Leia mais
Destaque

SÃO FRANCISCO: Prefeitura de Princesa retoma calçamento da Rua Zacarias Sidônio

A prefeitura de Princesa, no Sertão da Paraíba, retomou as...
Leia mais

Acusado de homicídio reage à prisão, atira contra agentes e morre em confronto com a Polícia Civil, no Vale do Piancó

Um homem morreu em confronto com policiais civis da Delegacia de Homicídios de Patos e da DRACO, neste sábado (28), na zona rural de Santana dos Garrotes. J.C.P.C., de 39 anos de idade era acusado de ter praticado um crime de homicídio no município de Santa Terezinha.

Pode ser uma imagem de 2 pessoas e texto que diz "VPNTV"

De acordo com a Polícia Civil, Agentes da Delegacia de Homicídios de Patos e da DRACO receberam a informação que o estava escondido em uma residência e quando as viaturas chegaram ao local ele reagiu, chegando a atirar contra as guarnições. Houve o revide e o homem foi baleado. Ele ainda chegou a ser socorrido para o hospital local, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, J.C.P.C era o principal acusado de ter matado a tiros Erberson Medeiros de Oliveira, conhecido por Erbinho, crime praticado na madrugada do dia 17 de Abril, às margens da BR-361, nas proximidades da Fazenda Tamanduá, município de Santa Terezinha/PB. O crime chocou a população local pela crueldade e covardia como foi praticado.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Foto reprodução da Polícia Civil

Na casa onde o criminoso estava escondido foram encontrados uma pistola com 10 munições e um rifle, também com 10 munições, incluindo as munições deflagradas usadas contra os policiais.

J. Paulo era cantor e tecladista.

Outro acusado pelo mesmo crime já havia sido preso pela Polícia Civil e encontra-se recolhido no Presídio de Patos.

O caso e suas circunstâncias estão sendo repassados à Delegacia de Homicídios de Patos.

Assessoria 15° DSPC

Fonte: Com Vale do Piancó Notícias

Deixe um comentário