Destaque

Sob forte comoção, corpos das vítimas de acidente entre van de estudantes e trator são enterrados no Sertão da PB

Os corpos das duas vítimas do acidente envolvendo uma van...
Leia mais
Destaque

Água Branca: Secretaria de Educação realiza formação para profissionais de apoio e cuidadores educacionais

Sabemos que a inclusão educacional constitui a prática mais recente...
Leia mais
Destaque

Ricardo, Ana Paula e Garrancho participam do Bett Brasil 2024 em São Paulo

| Com o tema “Inovação com propósito”, o Bett Brasil...
Leia mais
Destaque

Napoleão Laureano inicia bazar de telefones, perfumes e eletros

O Hospital Napoleão Laureano realiza a partir desta terça-feira (23)...
Leia mais

Agricultor sai para beber com amigos e acaba morrendo afogado em açude da zona rural do Vale do Piancó

Um agricultor de 44 anos, identificado como Damião Josino de Melo, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (26) nas águas de um açude localizado no sítio Capoeiras, na zona rural do município de Pedra Branca, no Vale do Piancó.

Ao portal, o Corpo de Bombeiros de Itaporanga, que atende a região, relatou que testemunhas disseram que a vítima teria saído por volta das 7h da manhã deste domingo (25) com um grupo de amigos para tomar banho no açude. Conforme o relato, os colegas ficaram com ele até por volta de 10h quando decidiram ir embora.

As informações são de que Damião Josino de Melo teria permanecido para dar alguns mergulhos e cerca de uma hora depois os amigos retornaram e não encontraram mais ele, só acharam a sandália, camisa e boné da vítima na margem do açude. Populares procuraram no terreno ao redor do açude e também não o encontraram.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o irmão de Damião informou que ele bebeu muito e estava embriagado. O familiar acrescentou ainda que seu irmão não costumava beber nos finais de semana e que não era alcoólatra, bem como não tinha doença mental.

O Corpo de Bombeiros iniciou as buscas ainda na tarde do domingo (25), mas só conseguiu encontrar o corpo na manhã desta segunda (26).

Após os procedimentos de praxe por parte dos Bombeiros, o corpo foi entregue à Polícia Civil e em seguida encaminhado ao IPC da cidade de Cajazeiras para realização de exames cadavéricos.

Populares informaram que a profundidade do açude é de aproximadamente 6 metros e o comprimento cerca de 400 metros. Os militares ressaltaram que a visibilidade da água não é boa.

DIÁRIO DO SERTÃO

Deixe um comentário